Buscar
Buscar
 
Novidades
 
Um espaço com dicas, notícias e informações sobre nossa empresa, lançamentos e obras em andamento.
Você já pensou em investir em um seguro residencial?
Que tal sair para o feriado e/ou final de semana para viajar com mais sossego? Os seguros residenciais podem custar menos que o seguro de automóveis e te trazem uma tranquilidade na ocorrência de uma adversidade na sua casa.

O seu imóvel é segurado? Ou acha desnecessário o investimento? Todo mundo fala em seguro de carro, mas de imóvel é difícil encontrar um amigo ou familiar que tenha. De acordo com a Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg), embora no Brasil existam 68 milhões de domicílios (IBGE), somente 9 milhões têm seguro, representando um percentual de 13%. Ou seja, é um produto com pouca adesão no país.

O motivo disso, segundo a FenSeg, é falta de uma cultura de precaução entre os brasileiros, diferente dos europeus e norte-americanos. É aquele pensamento de que “isso nunca vai acontecer comigo”.
Outro ponto que justifica a não adesão é a incompreensão sobre valores do seguro residencial, muito motivada pelo paralelo feito com o de veículos. Porém, essa comparação é indevida. Veja só: para um automóvel com valor de 40 mil, por exemplo, o seguro pode custar cerca de R$ 1.600,00. Já a cobertura básica de um imóvel com custo de reconstrução de R$ 300 mil vai custar aproximadamente R$ 300,00 por ano.
Benefícios do seguro imobiliário:
- Seguro é um produto confeccionado sob medida, por isso é necessário avaliar bem as características do imóvel e saber identificar o perfil e as necessidades do proprietário.
- A cobertura básica prevê a proteção contra incêndio, queda de raio e explosão. A partir daí, pode-se contratar uma série de outras coberturas, como danos elétricos (variação de tensão em equipamentos eletroeletrônicos), roubo e furto qualificado dos bens dentro do imóvel (com evidência de arrombamento) e vendaval.
- Outras possibilidades incluem problemas causados a terceiros por animais de estimação, assistência 24 horas para reparos, pagamento de aluguel em imóvel provisório durante o período de reforma do imóvel segurado em consequência de um sinistro.
- Tanto na contratação do seguro como em caso de ocorrência de um sinistro, o valor a ser considerado é o custo de reconstrução do bem e não o valor de mercado do imóvel. Isso porque o preço de mercado considera, além do custo de reconstrução, o valor do terreno.

Adaptado do link: http://www.imovelweb.com.br/noticias/ja-pensou-em-fazer-um-seguro-para-o-seu-imovel/
6 dicas na hora de escolher o projeto da sua nova casa
SAIBA MAIS
Entrega oficial dos terrenos do Águas Claras em Gravataí
SAIBA MAIS
Tendência: casinhas na decoração de quarto infantil
SAIBA MAIS
Como manter seu jardim bonito mesmo no outono
SAIBA MAIS
Saiba como escolher o tipo de grama ideal para sua casa
SAIBA MAIS
Como escolher a tinta para a pintura de áreas externas
SAIBA MAIS
Saiba como identificar se um bairro irá valorizar rápido
SAIBA MAIS
Como escolher as louças ideais para o banheiro
SAIBA MAIS
Veja o que mudou no financiamento de imóveis da Caixa Econômica Federal
SAIBA MAIS
Saiba como usar seu FGTS no mercado imobiliário
SAIBA MAIS
O melhor momento para financiar seu novo imóvel
SAIBA MAIS



Fale Conosco


Av. Palmeira, 251 - Petrópolis - Porto Alegre - RS, 90470-300
Porto Alegre
51 3028.1719
WhatsApp/Financeiro
51 99807.8602
WhatsApp/Vendas
51 99901.0437
Acesso
Restrito